NA MARCA DA CAL

deivid

Nesse final de semana, pelo campeonato mineiro o Cruzeiro jogará contra a Caldense, em Poços de Caldas, um jogo que além da disputa pelos três pontos poderá valer muito mais.

Primeiro porque a luta por três pontos poderá colocar o Cruzeiro na cabeça da tábua de classificação (dependendo, obviamente do resultado do jogo do Uberlândia – é isso mesmo, você não leu errado, pasme).

Em segundo lugar porque além da busca por três pontos que podem valer a liderança o jogo também valerá para o Cruzeiro tentar encontrar-se no ano com bom futebol. O torcedor cruzeirense está mais que ressabiado com o time treinado pelo Deivid. Até hoje não mostrou bom futebol e eficiência em nenhuma das partidas que fez.

O discurso de “paciência” com o Deivid já está ficando repetitivo e a torcida está ficando sem fé no trabalho do técnico que muito embora reconheça a necessidade de melhora, na prática, jogo após jogo a mudança não tem vindo.

A torcida, de um modo geral, além de bom futebol do seu time é movida basicamente de fé! Se a torcida não acreditar que o time está sendo reflexo de sua esperança no campo todos perdem com isso! Ano passado a própria diretoria – principalmente após o Bruno Vicintin assumir o lugar do Tinoco na gestão do futebol profissional, e com a chegada de Mano no lugar do “pôfexô” – disse que o time não teria saído do estado de caos que ocupava sem o apoio da torcida. Se quiserem ter a torcida ao seu lado, com sua força e apoio, façam – jogadores e comissão técnica – a sua parte dentro de campo.

Assim, se o time que se diz fechado com o Deivid, e o próprio técnico, não se empenharem em restabelecerem um bom futebol ao time, com vitória e boa atuação contra o time da Caldense todos estarão colocados na marca da cal com a torcida. Paciência tem limite e as chances estão no fim. A torcida, provavelmente, não reagirá bem a possível insucesso.

Em suma: Deivid e jogadores, se quiserem sair da condição de pressão em que se encontram, uma vitória e um bom futebol serão mais que necessários!

Boa sorte, Cruzeiro! Estamos torcendo pela mudança da chave e por novo futebol (mais convincente e efetivo).

Comentários

Comentários

Tags: , , , , , ,

Sobre Programa Rivalizando

Rivalizar é preciso e faz bem

Nenhum comentário ainda.

Deixar uma resposta