O América num “guentou”, mais três para a conta

Foto: Superesportes

Foto: Superesportes

Cruzeiro brincou de jogar bola contra o América. O time treinado por Mano Menezes levou a partida de acordo com seu interesse.

Vejam o primeiro gol… O Cruzeiro subiu a marcação, forçou o erro do adversário, (Ábila tava dando combate no meio, foi dele o passe para o Arrascaeta), o uruguaio com muita categoria, deu um drible desconcertante em seu marcador e bateu na saída de João Ricardo. 20 minutos da primeira etapa e a raposa na frente.

Povo fala que a carne de coelho é muito seca e é meio amarga, se não preparar direito fica uma bosta.

Pois então, o Cruzeiro estava com a receita certinha para assar o América. Depois que abriu o placar, a Raposa tocou a bola de forma conciente. Cabral e Robinho ditaram o ritmo da partida, distribuíram o jogo, colocaram os companheiros em boas condições para ampliarem o placar, jogam fácil demais.

Quando o América tentava alguma coisinha, principalmente pela direita do Cruzeiro, nas costas do Lucas, os americanos esbarravam na cobertura perfeita do volante Henrique e ó, como jogou bola esse sujeito, putz!!!

Foi um cão de guarda. Protegeu a zaga, cobriu o lado direito, o esquerdo, correu e marcou muito. Baita partida.

Sem se esforçar muito o Cruzeiro levou a primeira etapa.

O segundo tempo foi a mesma coisa, o Cruzeiro fez o que teve vontade no jogo. Tocou bola, chegava ao ataque com perigo quando queria, dominou todas as ações. Ao América restou assistir o Maior de Minas jogar.

E apesar do jogo estar praticamente ganho, eu tinha uma certeza quase que absoluta, o placar iria ser alterado, porque quem tem Ábila amigo… Ahhhhh

Aos 24 minutos, Manoel lançou Alisson, que voltou a atuar depois de quase dois meses parado, ele estava tratando de uma lesão muscular, a zaga americana cortou, a bola sobrou para Ábila que tocou novamente no jovem atacante, ele “caiu” para esquerda foi ao fundo e passou a bola para Wanchope, que só teve o trabalho de empurrar a bola para a rede.

Imaginem, perdendo de 1 a 0 o América não estava arrumando nada, com 2 na “cacunda”, fechou o caixão.

Mais três pontos para a conta do Cruzeiro, que agora soma 29 pontos e está na 12ª colocação na tabela do Brasileirão.

Domingão tem mais, Cruzeiro encara o Botafogo, no Mineirão, as 16 horas. Dia de lotar a Toca III, empurrar o time para mais uma vitória, esses três pontos são importantíssimos para as pretensões do clube na Copa do Brasil. Sim, na COPA DO BRASIL.

A equipe precisa ficar livre do fantasma do rebaixamento, para se preocupar única e exclusivamente com a Copa do Brasil.

Jogando esse futebol que a rapaziada vem apresentando, da para acreditar que temos condições de buscar o penta na competição, mas para isso acontecer, o foco tem que ser total neste objetivo.

Portanto: CRUZEIRO, É PARTIR PARA CIMA DO BOTAFOGO E CONQUISTAR MAIS ESSA VITÓRIA PARA A SUA FANÁTICA E APAIXONADA TORCIDA.

Valeu seus Àbilas, abraços

Rodrigo Genta

Comentários

Comentários

Sobre Programa Rivalizando

Rivalizar é preciso e faz bem

Nenhum comentário ainda.

Deixar uma resposta